ASSIM NASCE O PEPE

O PEPE __ Programa de Educação Pré Escolar, teve sua origem no Brasil, no ano de 1992, com casal Stuart e Georgina Christine, da BMS World Mission – Sociedade Missionária Batista Britânica.

Durante uma visita do casal a uma comunidade carente da cidade de São Paulo, uma senhora, percebendo o interesse deles em ajudar as crianças locais, perguntou-lhes o que poderiam fazer para ajudar a comunidade.
Diante desse desafio e percebendo a grande falta de preparo das crianças da comunidade para ingressarem na escola fundamental com esperança de êxito sócio educacional Georgina se dispôs a iniciar um trabalho de apoio pré-escolar com elas. Para confirmar a necessidade deste tipo de iniciativa foi realizada uma pesquisa com 100 famílias da comunidade que determinou o número de crianças, na faixa etária de 4 a 6 anos, que estavam sem acesso ao preparo pré-escolar. O resultado da pesquisa mostrou a necessidade existente e o grande interesse por parte das mães naquele tipo de trabalho.

Sendo assim, em agosto de 1992 nasceu o Programa de Educação Pré-Escolar ( PEPE) com 25 criancinhas de 5 e 6 anos de idade que já eram atendidas por meio da Associação Brasileira de Incentivo e Apoio ao Homem, ABIAH.

O sucesso do programa naquela comunidade despertou o interesse de outras e assim o programa começou a se expandir para outros locais de São Paulo em espaços informais. Durante os anos seguintes Georgina, apoiada pelas competentes educadoras Kátia Medeiros e Irene Arcanjo, dedicou-se a aperfeiçoar o conteúdo curricular do PEPE e a estabelecer o princípio de capacitação continuada das educadoras - uma ênfase que se tornou uma característica fundamental do programa.

Em 2000, visando estender o projeto para os estados empobrecidos do nordeste do Brasil, o PEPE foi implantado no Piauí por intermédio do trabalho dedicado de Iolanda Miranda, piauiense, que havia trabalhado por seis anos com o PEPE na favela de Heliópolis, São Paulo. O projeto se adaptou facilmente à cultura local e ganhou uma nova área de atuação com o nome de “Projeto Luz no Nordeste”.

ALARGANDO AS FRONTEIRAS

No ano de 2001 aconteceu o momento da expansão internacional. O programa foi apresentado a líderes de igrejas e de comunidades de Moçambique, com o apoio da Pedagoga Terezinha Candieiro, num momento em que o país buscava erradicar a pobreza por meio da educação e do trabalho. Também foi apresentado a outros líderes na América Latina por meio das Professoras Lídia Klava e Lúcia Martiniano. E assim, o PEPE começou a se expandir para vários países dos dois continentes, em comunidades desfavorecidas de recursos, com o apoio da ABIAH.

Um próximo e decisivo passo na história do PEPE foi dado em 2005 quando, para facilitar a expansão do programa e para criar uma estrutura de cooperação, viu-se a necessidade de organizar uma ‘rede’ do PEPE, denominada PEPE NETWORK, iniciada por Stuart Christine e coordenada por Terezinha Candieiro.

Foi fundamental neste início de expansão internacional a contínua ênfase no desenvolvimento da base curricular, do sistema de capacitação de educadores, e especialmente o preparo de coordenadores responsáveis para introduzir e supervisionar o PEPE no Brasil e no exterior.

O período seguinte foi caracterizado por vários e importantes avanços. O primeiro foi o desenvolvimento organizacional/administrativo do PEPE através da rede que proporcionou sólidas, mas flexíveis estruturas necessárias para a continuação da sua expansão internacional. Este processo incluiu a formalização e impressão em Português, Espanhol, Francês e Inglês dos principais textos do currículo base e programas de capacitação de educadores e coordenadores. O segundo foi o lançamento do site do PEPE-Network, com informações sobre o programa para um público cada vez mais diversificado. Uma terceira iniciativa significativa foi a produção de módulos e materiais complementares ao currículo base, abordando temas como o da proteção da criança e a conservação do meio ambiente.

O QUE AS CRIANÇAS FAZEM NO PEPE

No PEPE propomos e realizamos atividades que ajudarão a criança a construir seu conhecimento e ao mesmo tempo a aprender através da interação de umas com as outras.

O PEPE faz a integração do currículo da educação pré-escolar de cada país onde está inserido com o seu referencial curricular.

Em termos gerais, são trabalhadas as seguintes áreas do conhecimento: Linguagem, Matemática, Natureza e Sociedade, Movimento, Música, Artes visuais, Educação cristã ou Valores da Espiritualidade. Essas áreas são desenvolvidas dentro de uma rotina diária e semanal. Normalmente a rotina diária é constituída das seguintes atividades:

  • Chegada
  • Roda de conversa
  • Atividades individuais ( Linguagem, Matemática, Artes, Educação cristã)
  • Atividades coletivas ( Movimento, Música, Natureza e Sociedade)
  • Higiene – lavar as mãos, escovar os dentes
  • Centros de interesse
  • Arrumação da sala
  • Saída

A maioria das atividades são desenvolvidas de forma lúdica, pois especialmente nessa faixa etária as crianças aprendem brincando. Assim, elas crescerão e se desenvolverão naturalmente.
Esta história ainda não acabou… a cada ano transcorrido, a cada dificuldade superada, a cada nova criança alcançada, a história deste ministério continua sendo escrita. Que as crianças sejam felizes e glorifiquem a Jesus!