O Chile aparece em segundo lugar em termos de processo de vacinação. No entanto, esse avanço não se reflete na satisfação das necessidades da população quanto à alimentação, saúde, educação, amor, apoio emocional e segurança. Para responder a essas demandas, a rede de PEPE's no Chile, tanto no meio rural quanto urbano, realiza múltiplas ações como a doação de alimentos, roupas e material didático, e, principalmente, a proclamação da mensagem de Salvação.

Porém, recebemos a triste notícia de que alguns dos nossos PEPE’s não poderão seguir funcionando por não terem a possibilidade de se conectarem pela internet. Como as demandas do Ministério da Educação são muito elevadas e não conseguimos cumpri-las, não poderemos manter as atividades presenciais. Com isso, a desigualdade social ficou mais evidente, já que é necessário o uso de meios tecnológicos para acessar as atividades. Porém, muitas crianças não contam com internet para participarem dos trabalhos, já que seus pais perderam o emprego e estão em dificuldades econômicas.

A perda destes PEPE’s constitui em si uma enorme tristeza, pois muitas crianças e suas famílias perderão a oportunidade de saber que Deus oferece uma vida diferente, que seu amor é infinito e que Ele cuida de nós. Mesmo em meio a toda essa crise, continuamos realizando parcerias para alimentar e vestir as crianças que, na situação atual, estão apenas sobrevivendo.

Pedimos suas orações pelo Chile, para que o Senhor opere em cada PEPE que corre o perigo de fechar suas portas. Orem também pelos missionários-educadores, pois se encontram exaustos por causa dessa triste notícia. Orem ainda para que o Senhor nos permita a grande alegria de que, apesar da pandemia, novas portas se abram para começarmos mais unidades do PEPE.

Maria Amália Sepúlveda
Coordenadora nacional PEPE Chile

Carmen Ligia (edição de texto) - Coordinadora Continental do PEPE Américas