Cada ano tem sido um grande desafio para os países da América Central, quando precisamos nos preparar para receber o período de tormentas tropicais. Este ano, mesmo com a pandemia ainda muito forte em disseminação, fomos confrontados, em Honduras, com a chegada do furacão ETA e uma forte tormenta tropical que desabrigou muitas famílias em várias partes do nosso país, entre elas, 21 famílias são dos nossos PEPE’s.

Mas apesar das tormentas ou mesmo da pandemia da Covid-19, o PEPE não parou em Honduras! Agradecemos muito ao nosso Deus porque não nos faltaram forças para continuar ensinando as crianças. Este ano, apesar da maioria das nossas salas do PEPE ser sala virtual, as nossas valentes missionárias-educadoras de Intibucá, uma região bem carente onde temos várias unidades do PEPE, celebraram o dia das crianças com muito ânimo.

Cada oportunidade de estar com as crianças é muito bem aproveitada. Nessa ocasião, entregamos roupas e material didático a todas elas para que continuem se desenvolvendo em suas casas de maneira criativa. E não podíamos deixar de entregar uma cesta com alimentos, pois em nossa realidade, ainda temos muitas crianças sem uma alimentação adequada e nutritiva precisando da nossa ajuda. O nosso Deus multiplicou de tal maneira que conseguimos entregar as cestas básicas e os kits de odontologia a todas as crianças das unidades do PEPE de Los Naranjos.

Pedimos que os irmãos continuem em oração pelos PEPE’s de Honduras e pelo grande desafio que temos de vencer as barreiras da pandemia, os furacões e as tormentas tropicais.

Alejandra Milla
Cordenadora nacional do PEPE Honduras

Carmen Ligia – Edição de texto