O PEPE localizado na comunidade de Cristo Rey, no município de Tipitapa, em Manágua, iniciou as aulas este ano, atendendo 25 meninos e meninas de famílias com recursos econômicos muito limitados. Em sua maioria, estas famílias recolhem material reciclável no lixão municipal, localizado nas margens de Cristo Rey, ou trabalham nas confecções localizadas na cidade de Tipitapa. Porém, devido à crise econômica trazida pela pandemia, a maioria dos pais ficou sem emprego e sem nenhuma renda.

Mesmo as autoridades governamentais da Nicarágua não adotando nenhum tipo de medida para prevenir o contagio pela doença, grande parte da população ouviu o apelo da Sociedade Médica para ficar em quarentena e não enviar as crianças para a escola. Contudo, as famílias estão tendo sérias dificuldades em suas casas por não terem como atender as suas necessidades básicas.

Atenta ao que acontecia, a missionária educadora da unidade de Cristo Rey relatou a situação à coordenação Nacional do PEPE, que conseguiu junto a algumas igrejas 25 cestas básicas com arroz, feijão, açúcar, leite em pó e óleo para serem entregues às famílias das crianças do PEPE. Produtos de higiene também foram doados e chegaram às mãos das crianças ajudando a manter as práticas de higiene aprendidas no Programa.

Agradecemos a Deus que as famílias foram apoiadas, expressaram sua gratidão e ficaram muito felizes com o fato de o PEPE e os batistas se importarem com eles, pois sempre se sentiram esquecidos e desprotegidos. Continuem orando pelo nosso país e pelas nossas crianças que estão estudando nos PEPEs nicaraguenses!

Sandra Lizeth Detrinidad
Coordenadora Nacional do PEPE Nicarágua