A Venezuela está em um momento muito crítico com muitos conflitos sociais e políticos por todos os lados. Nós, os batistas, estamos em cadeia de oração. Em muitos lares estamos de joelhos clamando a Deus pois a situação está muito forte em Caracas, a capital, onde estão muitos dos nossos irmãos. Esperamos em Deus que não haja mais mortes, que os nossos irmãos fiquem livres de perigos, que Deus cuide das crianças das unidades de PEPE.

Nesse momento paramos com todas as classes de todas as unidades, pelo perigo que representa para as nossas crianças. Em muitas unidades dos PEPEs estávamos tendo aulas, atendemos a todas as crianças dos PEPEs em diferentes áreas, mas principalmente no cuidado, na saúde e na alimentação. Agora se apresenta novamente uma situação muito difícil. Orem por nós.

Pedimos que estejam orando por nossa Venezuela, outra vez peço que orem por nós. Nos hospitais a cada três dias morrem até 60 pessoas pela falta de medicamentos, pela irresponsabilidade, pela falta de sensibilidade diante das situações. As pessoas, inclusive crianças, morrem como animais aqui, pois não recebem tratamento adequado. Não há profissionais que possam fazer os tratamentos.

Neste momento existem muitas pessoas nas ruas tentando mudar a situação. Que Deus os proteja. Seguimos em nossa casa, como família, trabalhando, ministrando na igreja, da maneira em que podemos nos comunicar e ajudar. Amamos vocês em nome de todos os pepitos venezuelanos! Que o Senhor os abençoe!

Um grande abraço desde a Venezuela a todo o mundo. Muito obrigada por orar por nós. Daqui animamos vocês a seguirem trabalhando na obra do Senhor. Deus abençoe a todos vocês, Junta de Missões Mundiais, pastores que nos ajudam no Brasil e em todo o mundo. Que Deus os abençoe!

Mensagem da Ruth Saraid
Coordenadora do PEPE Venezuela