Crianças brasileiras são missionárias no Haiti
Andressa Sarmento - 08 May 2012

Sou Andressa Sarmento, professora da classe de crianças “Leão de Judá” da Igreja Batista Missionária Emanuel em Manaus. No início de 2012, quando nossa igreja fez um compromisso diante de Deus para que cada classe de sua Escola Bíblica Dominical adotasse um missionário ou projeto de Missões Mundiais, se concretizou o sonho presente em meu coração desde o ano passado. Este sonho nasceu quando encorajamos as crianças a orarem pela Escola Estrela Brilhante – do Senegal – coordenada pela missionária Maria Ivonete. Porém, foi somente em 2012 que pudemos adotar um projeto ou missionário. Assim se concretizou nossa adoção ao lindo PEPE Haiti. Não nos contentamos em apenas adotar financeiramente o projeto, e para isso tivemos acesso à informações do PEPE Haiti e aos missionários que o coordenam.

Para que nosso conhecimento dos projetos da Junta de Missões Mundiais (JMM), do PEPE Haiti, das crianças e dos missionários ultrapassasse os limites dos papéis e dos emails, convidei algumas Mensageiras do Rei (sou coodenadora Estadual e orientadora das Mensageiras do Rei em minha igreja) a confeccionar um mural com informações de projetos da JMM. Foi garimpando os projetos missionários que tivemos acesso ao Projeto Por Um Novo Haiti e ao PEPE Haiti. Ali, vimos que o trabalho com as crianças haitianas nas unidades do PEPE havia começado em janeiro de 2012. Vimos também as dificuldades do povo haitiano, as necessidades espirituais, e principalmente as necessidades das crianças. Foi naquele momento que Deus falou ao meu coração: É este aqui! É sobre esse projeto que eu quero que você fale no Momento Missionário com as crianças da EBD. Desde então me interessei mais pelo Haiti.

Para confeccionar o mural com fotos da missionária Alexandra Joseph – missionária haitiana – e das crianças, fizemos um alvo em nossa classe, e durante todo o mês de março incentivamos nossas crianças a orarem e contribuirem com missões. Acredito que as crianças que já receberam o presente da Salvação precisam aprender que nossa Missão é levar o presente da Salvação às outras pessoas. E ainda que elas não possam ir fisicamente a um lugar distante, elas podem fazer missões na sua casa, na sua escola, na sua rua. No Haiti elas passaram a fazer missões (contribuindo, orando, conhecendo etc). Nós temos trabalhado essa visão com nossas crianças para que elas não sejam missionárias apenas no futuro, mas também no presente! Como professores de crianças, precisamos transmitir a visão missionária para nossas crianças de um forma que as ensinem a amar Missões.

Depois que o Senhor nos mostrou que seria o PEPE Haiti que deveríamos adotar, entrei em contato com missionário mobilizador do PEPE Internacional – Geoésley Mendes – através do email geoesley.mendes@jmm.org.br e o processo de comunicação com a missionária Alexandra no Haiti foi se tornando mais fácil. A partir de então, começamos a trocar cartas com a missionária, e ela respondeu todas as cartas das crianças da classe Leão de Judá. Falei às nossas crianças que dessa forma elas estavam sendo missionárias no Haiti. Foi interessante ver o rosto delas olhando pra mim e perguntando, como tia? Então falei: vocês são missionários porque oram e contribuem para esse Projeto. Vocês não estão lá fisicamente, mas estão orando, o que também é muito importante.

Hoje louvo e agradeço a Deus porque ultrapassamos nosso alvo financeiro na campanha e pudemos adotar o PEPE Haiti pelo PAM - Programa de Adoção Missionária da Junta de Missões Mundiais com um valor mensal. Sei que isso alegra o coração de Deus. No encerramento da campanha de Missões Mundiais em nossa igreja, a classe Leão de Judá foi convidada a testemunhar da adoção que fez, e isso incentivou as demais classes a fazerem o mesmo. E o que é mais legal ainda é que nossa igreja ultrapassou o alvo que tinha como igreja, principalmente porque as crianças participaram e particiam.

Na esperança de que estas palavras fortaleçam os que se envolvem em missões, encorajem os cansados e desencorajados e desacreditados, e desafiem muitas outras igrejas, me sinto gratificada em poder contribuir com missões mundiais juntamente com a classe Leão de Judá.

Andressa Sarmento – Igreja Batista Missionária Emanuel – Manaus, Amazonas